Toda boa história que se preze tem aquele mocinho (ou mocinha) bonitão, perfeito, possuidor de um caráter indestrutível de dar inveja. Quem nunca sonhou em interpretar um?
Bem, personagens que chegam para salvar o dia estão com os dias contados, se depender do mundo seriados.
Faz um bom tempo que a televisão entendeu que há espaço de sobra para os vilões e personagens com grave desvio de ética e moral brilharem. Cada vez mais ganham admiradores e a narrativa das séries mudaram para um jeito que pudéssemos entender o mundo ao redor deles e até o porque de suas atitudes. E vamos combinar, existe personagem mais divertido e com as melhores falas do que estes, que estes queridos anti-heróis?
10 – Emily Thorne – “Revenge”


Linda e rica, a nossa socialite não se contenta em ter apenas uma identidade, tanto que tem três: Amanda Clarke, Emily Thorne e, nas horas vagas, é uma agente secreta da SHIELD. Brincadeiras a parte, nossa socialite é daquelas que se aproxima de homens só para poder se vingar de suas famílias. Aliás, Vingança deveria ser o sobrenome de sua quarta identidade!  

9 – Lucas Hood – “Banshee”


O nono lugar tem um passado tão negro no mundo do crime que nem seu verdadeiro nome nós sabemos.

Lucas Hood é a identidade que nosso protagonista assume após testemunhar o assassinato do novo e desconhecido xerife de Banshee. Por onde o cara passa ele deixa rastro de destruição e sangue, muito sangue. E convenhamos, não tem como as coisas melhorarem quando um criminoso e ex-presidiário resolve tomar as rédias de uma já violenta cidade.


8 – Frank Underwood – “House of Cards”


Formado numa escola militar, esse protagonista tem traços de personalidade de verdadeiros vilões: cruel, manipulador, maquiavélico e por aí vai. 

Tenho quase certeza que Frank fez o mesmo curso de vingança da nossa amiga Emily Thorne, só que o módulo avançado. O cara quer simplesmente se vingar do Presidente dos Estados Unidos, que não o nomeou a Secretário de Estado, mesmo após Frank ter sido fundamental na sua vitória.


7 – Annalise Keating – “How to Get Away With Murder”


Nosso sétimo lugar é da Professora de Direito Penal numa das universidades mais importantes. Negra, mulher, batalhadora e bem sucedida. Nossa protagonista é um exemplo, certo? Claro que está errado!

Seria a mulher perfeita se não fosse seu caso extra conjugal com o detetive, que ela incrimina por vontade própria, sua participação em ocultações de cadáveres e se não fosse o tipo de pessoa que faz qualquer coisa pra ganhar seus casos. Basicamente, pra ela, os meios justificam suas vitórias!

6 – Damon Salvatore – “The Vampire Diaries”


Apesar de não ser o protagonista absoluto na série teen, o nosso malvado de pele impecável, começou o seriado reinando sozinho nas maldades, querendo acabar com a cidadezinha Mystic Falls. Matava sem dó, causava as piores intrigas e até seu irmão Stefan tremia de medo dele. Matou a melhor amiga do irmão só pra provar (ou fingir) que estava do lado da lei.

Mesmo suas maldades tendo durado pouco, elas foram memoráveis e por isso o nosso vampirinho camarada fez por merecer este sexto lugar.


5 – Klaus Mikaelson – “The Originals”


Klaus também é daqueles que não se contenta com uma identidade. O cara é vampiro e lobisomem. Ao mesmo tempo que Mystic Falls estava pequena demais para suas maldades, ele descobre que seu pupilo Marcel lidera sua antiga cidade, Nova Orleans. 

Tomado pelo mal dos ciúmes, ele quer a cidade de volta, na marra, é claro. De quebra ainda vai tirar satisfação com algumas bruxas que planejam sua morte
Empalar a própria família? Quem nunca?

Cruel, vingativo, ciumento, infantil, não gosta de receber “não” como resposta… A lista é longa. Mas a verdade é que só assisto TO para dar uma checada nos surtos do nosso vilão.


4 – Norman Bates – “Bates Motel”


Menino calmo, tímido e ligado demais a sua mãe. Freud (não) explica. Tudo que ele queria era gerenciar os negócios da família numa nova cidade, fazer novos amigos… Mas o adolescente apresenta um possível transtorno de personalidade, capaz de fazer coisas que normalmente não faria. Além de contar com uma mãe super controladora

Já matou o pai, a professora e o pai da amiga. Provavelmente matará uma linda mulher no chuveiro, matará sua mãe e deixará seu corpo numa cadeira em sua casa e, em alguns momentos, assumirá a identidade dela.

Alguém ainda é contra a redução da maioridade penal?


3 – Walter White – “Breaking Bad”


Um simples professor de química descobre que tem câncer e, quando morrer, não terá muito o que deixar para sua família. O que ele resolve fazer? Trabalhar dobrado? Vender rifa? Mandar a mulher arrumar um emprego? Não. Ele resolve produzir metanfetamina.

De professor assustado a poderoso traficante, Walter gostava de sentir cada vez mais o controle da cidade em suas mãos e foi capaz de fazer isso tudo debaixo do nariz de seu cunhado, um agente da Narcóticos.


2 – Dexter Morgan – “Dexter”


Após testemunhar sua mãe ser brutalmente assassinada e ficar banhado no sangue dela, Dexter carregou marcas psicológicas profundas. Foi adotado pelo policial que investigava o caso, que logo percebeu que nosso protagonista tinha um dom para ser serial killer. O que o pai adotivo faz? Treina seu filho adotivo a matar! Mas seguindo algumas regras. Uma delas era que Dexter só poderia matar outros criminosos. 

Matar criminosos em Miami pode até ser tranquilo. Queria ver se Dexter se passasse no Rio de Janeiro. Iria desistir da causa logo na abertura!


1 – Hannibal Lecter – “Hannibal”


Mais do que conhecido no mundo cinematográfico, o Hannibal do seriado é um psiquiatra forense que auxilia o FBI. Ao mesmo tempo, mata seus pacientes ou qualquer um que fique no seu caminho e os serve como jantar para seus convidados.

Menos mal porque os pratos servidos são super bem elaborados e não há quem diga que são partes de seres humanos. Portanto, papel e caneta para anotar a receita!

Então é isso, pessoal. Essa foi a minha lista dos meus heróis mais polêmicos e adorados. Espero não ter esquecido ninguém relevante e, caso eu tenha esquecido, deixe registrado aí nos comentários.

www.maisquelivros.com