Olá, galera.

Pegando carona no sucesso de Os Vingadores: Era de Ultron, hoje teremos a review de um seriado produzido em parceria pela Marvel e Netflix, Demolidor.
A série se encaixa no universo que a Marvel vem construindo no cinema e televisão (Os Vingadores e Agents of S.H.I.E.L.D, por exemplo). Mas não se preocupem, ela assistida isoladamente que nada ficará mal explicado.

O show se passa após os acontecimentos de Vingadores e o caos deixado pela batalha de Nova Iorque. Com recurso de flashbacks, vemos como nosso personagem principal, Matt Murdock (advogado de dia e vigilante à noite), perdeu a visão, adquiriu suas habilidades e como foi sua infância.


Nosso herói não possui nenhum poder especial. Tudo é resolvido na base de uma boa luta. Ele apanha, bate e sangra bastante. De cara, não sabemos de suas motivações. Por que ele decidiu lutar contra o crime? Por que se tornar um vigilante? Tudo é entregue ao longo dos episódios. Considero esta série bastante diferente do que a Marvel tem produzido recentemente. Não há piadinhas e espaço para uniformes coloridos.


Para equilibrar o lado pesado do herói, temos Foggy, sócio de Matt na agência advocatícia. Não que ele seja super engraçado, mas é um personagem mais leve, pois não sabe o que acontece quando a noite cai. Temos também Karen Page, primeira cliente dos advogados, que acaba se tornando funcionária na agência e também carrega um certo peso de saber que tem algo errado na cidade, mas não tem a mínima ideia do que.


O seriado adota todos os clichês possíveis: máfia chinesa e russa, policiais corruptos, o vigilante mal interpretado e caçado pelas autoridades… Está tudo ali, só que de uma forma bem coesa, bem contada e prazerosa. A primeira temporada contou com apenas 13 e bons episódios. Logo, não há tramas desnecessárias, personagens demais para ocupar tempo em tela e por aí vai. 

O próximo lançamento da Marvel/Netflix será “A.K.A. Jessica Jones”, que teve uma breve sinopse revelada: 


“desde que sua curta jornada como super-heroína terminou em tragédia, Jessica Jones (Krysten Ritter) tem reconstruído sua vida pessoal e carreira como uma detetive particular em Hell’s Kitchen. Atormentada por autodepreciação e um forte caso de estresse pós-traumático, Jessica luta contra demônios que vem de dentro de si e os de fora, usando suas habilidades para aqueles que precisam… Principalmente se eles estão dispostos a pagar a conta.”


Luke Cage, Iron Fist e The Defenders (série que juntará os 3 heróis citados mais o Demolidor) serão os próximos projetos a estrearem no Netflix e, aí sim, os seriados terão relação entre si. Ou seja, para compreendermos melhor uma das séries, precisaremos assistir a outra.
E por hoje é só. Espero que tenham gostado do post e estejam tão ansiosos pelos próximos lançamentos da Marvel quanto eu.

Até a próxima!