É viral, a intolerância toma conta das redes sociais por todo mundo e confesso que estou cansada.

O Facebook, por exemplo, virou um antro de notícias falsas, notícias inúteis ou notícias apenas para ofender alguém. Posso citar dois casos que estavam no meu “feed” ontem. No primeiro, o portal de notícias da TV Record, o R7, publicou um matéria chamado a apresentadora Fernanda Gentilli, que estava na praia, de “gordinha” e “bumbum reto” (realy?). No segundo, o também portal de notícias, UOL, publicou a seguinte matéria “Correspondente da Globo esconde a barriga e mostra o céu de Roma”, para criticar o enquadramento no vídeo da jornalista Ilze Scamparini. Esses dois exemplos são muito pouco, perto da imensidão de casos absurdos que passam diante dos meus olhos todos os dias. Eu pergunto a vocês, o que está acontecendo?

Será que não há coisas mais importantes pra serem debatidas? Notícias mais relevantes que mereçam espaço nesses sites? Será que estamos reduzidos a isso?

Infelizmente, isso não se limita aos portais, mas nossos “amigos” também estão enchendo seus murais de indiretas, alfinetadas e opiniões cheias de moralismo sobre os mais diversos assuntos.

Cheguei a conclusão que estamos nos tornando, a cada dia que passa, mais superficiais e preguiçosos.
Me conta, você conhece alguém, ou já compartilhou uma matérias que só leu a chamada? Quantas vezes você já fez um comentário negativoem uma foto? Quantas vezes elogiou uma foto?
Tá faltando amor, né? E principalmente, tá faltando filtro.

Quero fazer um pedido a vocês. Parem com isso!
Não critiquem mais fotos, não mandem mais indiretas, não acessem links com matérias desse tipo. Quanto mais alimentamos isso, pior se torna. Troque uma crítica, por um elogio a algo que você tenha realmente gostado. Você e o mundo só tem a ganhar.

Aconselho que vocês leiam as matérias e entendam de um assunto, antes de fazer comentários e julgamentos. Nós somos melhores do que estamos parecendo, acredite!