Eu já chorei (e faz até pouco tempo) por comentários sobre minha aparência. Bom, é difícil admitir, já que prego por onde passo que me sinto muito confiante sobre quem sou e como sou. Foi um loooongo período até me aceitar e não ter vergonha disso.
O fato é: Percebi, que a luta continua!

É muito fácil você “virar as costas” (a gnt “vira” de verdade?) para os padrões impostos pela mídia e publicidade, quando as pessoas dizem “realmente, você é linda!”. Mas quando elas dizem o contrário e, muitas vezes, fazem isso pra abalar sua auto-estima, isso dói e tudo volta, como um filme. As críticas que você enfrentou, quantas vezes “tiraram sarro” de você, comentaram, apontaram ou contaram piadinhas maldosas. Tudo cai na sua cabeça como uma bomba!

Não é fácil! Nunca vai ser!
O que eu posso dizer pra vocês?
Tenho pensado muito sobre isso e como algumas pessoas gostam de, simplesmente, diminuir as outras. Talvez porque tenham uma auto-estima tão baixa, que isso as faça se sentir melhor. Talvez porque sejam sem noção, sem filtro, sem educação. As vezes, o caso é mais simples, e alguém deixa “escapar” um comentário chato numa conversa. Acontece com todo mundo não é?
Afinal não somos vítimas o tempo todo! Quantas pessoas achamos feias? Várias! Também cometemos nossos pecados.
Não adianta! Gosto não se discute!
Por mais que seja lindo o discurso do “eu me aceito com todas as minhas falhas e defeitos”, não serão todos que vão levantar e aplaudir. Mas você deve sentir isso de coração.
Nem todo mundo vai te achar bonito, o lado bom é que nem todo mundo vai te achar feio.
Feio e bonito… taaaaanta coisa resumida em duas palavras!1º, 2º, 3º impressão. Simpatia, apatia, antipatia. Estatura, largura, tamanhos e formas. Lembranças, semelhanças, traumas!
Não tente impor, ninguém precisa engolir nosso discurso “revolucionário” de sou feliz assim! Alguns nunca vão entender… e nem precisam.
Se alguém te critica ou ofende com comentários que fazem você se sentir mal consigo mesma, ficar constrangida ou até chorar, se afaste dessa pessoa. Não dê oportunidade de fazer de novo.
Se foi sem querer que alguém fez você se sentir assim, entenda que você tbm pensa isso de alguém e pode cometer o mesmo erro.
Não se imponha, isso até assusta!

Apenas continue se amando, porque ninguém pode mudar o que fez você chegar aqui e ser tão cúmplice de si mesma!