Outubro é o mês do meu aniversário e é comum, nessa época, que façamos reflexões sobre a vida.
Na verdade, acho esse exercício muito prazeroso e válido pra descobrir o quanto evoluímos.
Acima de tudo, a coisa mais importante que aprendi é que o silêncio sempre é a melhor resposta. E se pudesse dar apenas um conselho a alguém, seria “fale menos”.
Geralmente, quando somos mais novos, a gente costuma pensar que devemos falar mais alto, expor opiniões, idéias, palpites, etc. E vamos falando, sem ser perguntado, sem motivo, sem filtro.
Ah seu eu soubesse que deveria ter ouvido muito mais que falado… Teria sofrido menos.
Mas algumas coisas só aprendemos assim, né? Com o tempo
Hoje, apesar de ainda ter recaídas, eu tento não reagir a primeira provocação, não contar meus planos para qualquer pessoa, não falar de fulano, não reclamar do tempo, do transito, do sol, da chuva…ufa!
Quando paramos e ouvimos, seja outra pessoa ou a nossa própria consciência, percebemos que agimos com mais razão e nos aborrecemos menos!
Em 28 anos, dá pra se dizer que tenho uma certa experiência, embora saiba que, se Deus quiser, ainda há muito pra se viver.